logo
nao fui aprovado no emprestimo
Por que meu empréstimo foi negado?
Bianca Taís Siewerdt
15 de dezembro de 2021 · 13 min

Quando o assunto é acesso à crédito no Brasil, existem alguns requisitos considerados “necessários” para ter direito ao financiamento. Mesmo assim, a concessão do dinheiro ainda é arriscada e de difícil acesso para pequenos negócios, que, muitas vezes, recebem uma resposta negativa após a solicitação.

Quando você solicita um empréstimo, tanto em uma instituição tradicional (grandes bancos) quanto em uma fintech (como a Bom), é realizada uma análise a fim de entender o seu perfil e o do seu negócio. Dessa forma, diferentes variáveis que são verificadas podem influenciar no resultado da sua operação.

Clique aqui para entender as diferenças entre um banco tradicional e uma fintech.

Se o seu empréstimo não foi aprovado e você ainda não entendeu o porquê, confira agora os 6 principais motivos que podem fazer sua solicitação de crédito ser negada:

1. Histórico de crédito

Nada vai facilitar mais a liberação de crédito para a sua empresa do que um bom histórico financeiro, portanto, preserve o seu nome e o nome da sua empresa! É pesquisando no SCR — ferramenta que apresenta o seu histórico no sistema financeiro nacional (Bacen)— que a maioria das instituições financeiras decidem por emprestar dinheiro à você, ou não.

Entendemos que podem acontecer diversos imprevistos na vida do empreendedor que mexem com o histórico financeiro, por isso é importante buscar regularizar a situação o quanto antes!

2. Restrições

Em nosso post sobre a construção das taxas de juros, explicamos um pouco sobre a inadimplência. Hoje, qualquer operação de crédito é considerada “de risco”, afinal, muitas pessoas estão inadimplentes no Brasil. É por esse motivo que restrições no CPF ou CNPJ dos envolvidos na operação podem ser o motivo da negativa.

Sendo assim, mantenha seu cadastro em dia, busque renegociar eventuais dívidas e atualize suas informações nos portais de pesquisa como Serasa.

3. Falta de garantias

Esse é um dos principais motivos para a negativa. Em bancos tradicionais e em fintechs, algumas garantias podem ser exigidas de quem está buscando empréstimo. Pode ser alienação de bens, como casa ou carro, ou fiadores/avais, que são pessoas para assinarem o contrato junto com você — como é o nosso caso.

Apresentar um fiador/aval como garantia tem dois benefícios principais: é mais fácil e, porventura, menos burocrático — alienar um bem exige diversos trâmites legais, o que torna o processo mais demorado também. Dessa forma, a liberação do dinheiro ocorre mais rápido em uma operação com fiador.

4. Resultado operacional do negócio

Durante a análise da sua solicitação, é feito um levantamento do negócio de acordo com as informações disponibilizadas no nosso simulador e na entrevista com o analista de crédito. Nesse momento, fazemos uma análise sobre a capacidade do negócio em adquirir um empréstimo. Leva-se em consideração:

Receita do negócio - custos e despesas do negócio = resultado operacional.

Se esse resultado for negativo, é possível que a sua solicitação seja negada.

5. Score

O Score de crédito indica a capacidade de pagamento de uma pessoa com uma pontuação que vai de 0 à 1000. Com essa pontuação, é mais fácil para as instituições financeiras verificarem o risco de você se tornar inadimplente. Por aqui, já explicamos como o Score funciona e o que você pode fazer para aumentá-lo.

6. Capacidade de endividamento

Em uma operação de crédito, é analisada a capacidade de endividamento do negócio e de pagamento das parcelas do empréstimo. É extremamente arriscado conceder crédito para quem não tem capacidade de cobrir as parcelas, dessa forma, a capacidade de pagamento baixa é mais um dos motivos para a negativa de uma solicitação de empréstimo.

Como você pôde perceber, os motivos principais estão atrelados a situações financeiras. Manter o caixa da empresa saudável não é uma tarefa fácil! Se você quer saber mais, confira a matéria que publicamos sobre as melhores dicas de gestão financeira para pequenos negócios.

E se você leu toda a explicação acima e acredita que seu negócio tem todos os requisitos necessários para solicitar um empréstimo, clique aqui para acessar o nosso site e solicitar o seu!

Solicitar empréstimo

o que e banco e fintech

Qual a diferença entre Banco e Fintech?

onde investir primeiro na minha empresa

6 áreas importantes para investir no seu negócio

primeiros passos para um negocio de sucesso

Como abrir um negócio de sucesso

logo
©2018 - 2022. Todos os direitos reservados. Bom Capital Tecnologia Ltda. ME. – CNPJ 31.334.049/0001-04.
A Bom Correspondente Financeiro Ltda. ME não é uma instituição financeira e não realiza operações de crédito diretamente nos termos do artigo 2º, da Resolução CMN nº 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. Bom Correspondente Financeiro Ltda. ME. não realiza operações de financiamento e/ou investimento diretamente, tampouco realiza quaisquer outras operações privativas de instituições financeiras. Todos os financiamentos e/ou investimentos são realizados através da Instituição Financeira Parceira BMP Money Plus Sociedade de Crédito Direto S.A. (CNPJ: 34.337.707/0001-00), devidamente autorizada pelo Banco Central do Brasil a realizar esse tipo de atividade.
A análise de crédito e cálculo das taxas de juros dependem de diversas informações disponibilizadas por você, tais como dados pessoais, valor solicitado e número de parcelas. Toda avaliação será realizada conforme a política de crédito da Instituição Financeira. Antes da contratação de qualquer serviço através da Bom, você receberá todas as condições e informações relativas ao empréstimo de forma completa e transparente, incluindo impostos incidentes (IOF) e o custo efetivo total (CET) da operação. O atraso ou não pagamento de prestações do contrato de empréstimo pessoal pode ter consequências legais, tais como a inclusão de nome nos cadastros dos órgãos de proteção ao crédito, o protesto de títulos e o ajuizamento de ações de cobrança.
*Os valores e prazos estão sujeitos a análise de crédito e aprovação conforme a política de crédito da Instituição Financeira.
As taxas da Bom variam entre 1,99% e 10,00% ao mês. O CET (Custo Efetivo Total) pode variar de 2,99% a 16,00% ao mês, dependendo da análise de crédito do cliente e da opção de parcelamento (até 24 vezes). Exemplo: um empréstimo de R$ 10.000,00 em 24 meses poderá ter parcelas de R$ 618,48, um valor total de R$ 14.843,52, juros de 3,4% a.m. (49,9% a.a.) e CET de 4,2% a.m (64,4% a.a.). Estes valores são exemplificativos e poderão variar de acordo com os critérios de aprovação de crédito da Instituição Financeira.

Siga nossas redes sociais

Contato

0800 878 0314


Santa Catarina
ola@usebom.comR. Max Wilhelm, 373 - Vila Baependi, Jaraguá do Sul - SC, 89256-000
selo fintech segura

Suas informações estão seguras.